Você está ouvindo: Radio WEB Chamamé MS

Luis Alberto Del Paraná

Luis Alberto Del Paraná

Vida e Obra

 

 

Luis Alberto del Paraná, nasceu em Altos em dia 21 de junho de 1926, as 14:30 h., foi registrado por sua mãe, no Juizado de Paz em 14 de agosto de 1926; filho de José Domingos González Encina e de Dona Jacinta Meza. Era o quarto de oito irmãos, sendo sete homens e apenas uma mulher que também era cantora. Sua mãe era costureira e faleceu em 15 de agosto de 1956, quando o filho fazia numa turnê pela Europa (Estocolmo na Suécia). Seu pai era professor de música na zona rural. Faleceu em Concepción, durante a guerra civil de 1947, defendendo a Associação Nacional Republicana (Partido Colorado).

 

Aos 14 anos entrou para o "Batalhão de Rojas Silva” (Colégio Salesiano), como escoteiro a convite do Padre Ernesto Perez Acosta (também conhecido como Perez Pa'i), um dos primeiros a ouvi-lo cantar em debaixo de uma árvore, “como um rouxinol...”

 

Seus primeiros estudos foram em Ypacarai. Sua vocação para a música nasceu em 1942, estava no serviço militar, quando representou Campo Grande no “Primeiro Concurso de Los Barrios”. Tinha apenas dezoito anos, muito tímido, porém decidido surpreendeu o público com sua voz inconfundível e sua “voz de ouro”, arrancando aplausos frenéticos do público que assistia ao espetáculo. O jovem artista se apresentou acompanhado de outros dois grandes nomes da música paraguaia, o harpista Digno Garcia e Humberto Barúa. A apresentação foi no velho Cine Rex. Luis Alberto Del Paraná.

 

Luis Alberto del Paraná foi casado duas vezes:  a primeira vez com a francesa Lissette Cairoly (princesa de um circo), de família nobre. O segundo casamento foi com a bailarina espanhola Carmen González Caballero (nome artístico: Carmen de Santana), com ela teve dois filhos: Luis Manuel Meza González Meza e Carmen Fabíola Meza González.

 

Em 1958, em Milan (Itália), ganhou do padre Pa'i Perez uma banda completa (instrumentos de percussão) para o Batalhão de Rojas Silva. Tempo depois, compôs e dedicou uma canção ao padre Pa'i Perez, que foi gravada num disco (LP) de longa duração pela gravadora Philips Internacional. Disco que foi distribuído por todo o mundo

 

Em seguida, ao regressar da América Central, Luis Alberto Del Paraná (nome artístico adotado no México), formou juntamente com Digno Garcia e Agustín Barboza o grupo “TRIO LOS PARAGUAIOS".

 

Luis Alberto Del Paraná se se apresentou por toda Europa e foi um dos primeiros músicos latino-americano a ser respeitado e ter popularidade mundialmente.

Tornou celebridade, era muito solicitado em grandes eventos, inclusive para se apresentar para príncipes, presidentes, chefes de estado e outros homens do poder.

 

Em 24 de novembro de 1953, por Decreto No. 1.736, assinado pelo Presidente da República do Paraguai, Federico Chávez e pelo Ministro das Finanças, Guillermo Enciso Velloso, o Governo Nacional entregou $ 3.200 para cada um dos artistas e lhe dão uma “Missão Oficial Cultural”, serem embaixadores da música paraguaia na Europa.

 

Foi o mais famoso cantor paraguaio de todos os tempos. Era conhecido mundialmente, cuja influência cultural só é comparada com o Prêmio Cervantes Draw Augusto Basto.  Gravou mais de 51 discos, vendeu mais de 20 milhões de cópias e mais de 250 mil fitas cassetes, recebeu vários prêmios, sendo 8 “Discos de Ouro”, destacando o “Globo de Ouro” pela gravação de 500 canções. Apresentou-se por mais de 76 países, juntamente com os mais renomados artistas da época, como Louis Armstrong, Nat King Cole, Edith Piaf, John Stewart, Frank Sinatra, Elton John, Tom Jones e grupos como Rolling Stones e The Beatles.

 

Depois de ter cumprido o contrato com a gravadora o trio foi dissolvido. Com seu irmão Reynaldo Meza, Rubito Medina e o harpista José de los Santos Gonzalez, forma o Conjunto “Los Paraguayos”. Após a formação do grupo,  gravam dois LP’s: “Famous Latina American Songs” e” Embaixador do Romance”, pela gravadora Philips da Holanda, álbum de grande sucesso e campeão de venda.  Gravou mas de 500 canções, sendo de sucesso em sucesso até a sua morte.

 

Em 1966, Luis Alberto Del Paraná, juntamente com “Los Paraguaios” participou do Festival de San Remo na Itália. Após a brilhante apresentação no festival, lançou um LP, (45RPM), pela gravadora Philips.

 

Em 1971, na Alemanha, recebeu o prêmio “Globo de Ouro” pela venda de quase 20 milhões de discos. Em dezembro de 1972, recebe o “Disco de Ouro” da Philips International, em Amsterdã, Holanda. O evento contou com a presença de Garcete Saldivar, convidado especial de Luis Alberto Del Paraná, que se deslocou de Copenhague (Dinamarca) para a cerimônia de entrega do prêmio.

 

Luis Alberto Del Paraná morreu em Londres (Inglaterra), vitima de um derrame cerebral, era um domingo, dia15 de setembro de 1974. O corpo foi velado no Teatro Municipal e sepultado no cemitério Italiano (Cementerio de La Recoleta) em Assunção, capital paraguaia. Sua morte provocou uma manifestação popular jamais visto na vida da nação paraguaia. Pelas ruas, praça, em todo o país, viu-se um ato de cidadania e patriotismo. Uma multidão de fãs, amigos, e populares se reuniram pra dar seu último adeus a um de seus filhos mais queridos. As emissoras de rádio do Paraguai e de países vizinhos transmitiam ao vivo minuto a minuto, os acontecimentos, antes da chegada do caixão com o corpo do ídolo paraguaio ao aeroporto de Assunção. 

 

Tradução e adaptação: Orivaldo Mengual

Domingo – 30 de janeiro 2011

 

Fonte bibliográfica:

http://www.musicaparaguaya.org.py

http://www.musicaparaguaya.org.py

http://www.ultimahora.com

http://www.taringa.net

Galeria de Imagens

Galeria de Vídeos

Comentários